Arquivos do Blog

Missão Integral – A Igreja como sinal do Reino.

Uma pergunta muito freqüente no universo cristão é “Qual o propósito de Deus para o seu povo?” E eu estendo essa questão perguntando “Qual deve ser a postura do cristão/comunidade cristã no mundo?

Nos séculos XIX e XX surgiram grandes evangelistas de massas que atraiam uma grande quantidade de pessoas, pregavam e anunciavam que vivessem e repassassem a mensagem; porém, no final deste período, surgiu uma nova idéia sobre missão, uma visão que anuncia essa anterior como incompleta, que leva em consideração o homem e suas circunstâncias, e no fato de que, se a fé diz respeito a eternidade, e não leva em consideração o histórico, ela é estéril e sem sintonia com o mundo pós-moderno. Esse novo pensamento é a missão integral.

O Reino de Deus é o domínio soberano dEle e nós somos o instrumento através do qual Cristo, o cabeça, exerce seu controle sobre tudo. A missão da igreja é manifestar aqui e agora a maior desindade possível do Reino de Deus que será consumado ali e além. O convite ao relacionamento pessoal com Deus é apenas uma parte da missão, a Missão Integral implica a ação para que Cristo seja o senhor sobre tudo, todos, e em todas as dimensões da existência humana, seja no âmbito espiritual, emocional, ou social.

Deus nos chama a ser sinais do seu Reino nesse mundo e Ele não está apenas salvando pessoas, mas está restaurando a raça humana da sua condição de pecado e do caos gerado por ele. “Assim como o Pai me enviou, também eu vos envio”; vamos dar continuidade ao ministério de Jesus de reconciliar o homem e o universo criado com o criador, salvar pessoas do inferno é sim o importante, mas salvá-las também de suas condições de inferno faz parte do nosso propósito nessa terra.

“O evangelho todo, para o homem todo, no mundo todo.”

Lema da missão Integral

“Corpo sem alma é defunto, alma sem corpo é fantasma.”

Autor desconhecido

Texto Criado para o blog Revista Zion em agosto de 2011